Casa dos Segredos Secret Story
Este blog tem mensagens e comentários.



Publicada à(s) 23:55:00 de terça-feira, 30 de agosto de 2011

0 Pré-seleccionados para o Secret Story 2 Casa dos Segredos

A TV 7 Dias de hoje, informa que os inquilinos do Secret Story 2 Casa dos Segredos ainda não estão todos definidos, mas haverá já uma lista com o nome dos pré-seleccionados para se chegar ao grupo de 16 que entrarão na "Casa mais vigiada de Portugal".

Nesta lista estarão, segundo a mesma fonte, os luxemburgueses Kelly Letra e Fernando Ferreira, candidatos que já apareceram na comunicação social. A revista TV Mais da semana passada avançava que os candidatos estariam expressamente proibidos de falar ou deixarem-se fotografar para qualquer órgão de comunicação social, e que caso essa regra fosse quebrada, o concorrente em questão seria automaticamente eliminado das provas de selecção.
Segundo a revista TV 7 Dias, o regresso do Secret Story 2 da TVI está marcado para 2 de Outubro e que o núcleo de concorrentes ainda não está definido, mas que já estará escolhida um lote de pré-seleccionados, onde estará Kelly Letra, bancária de 21 anos, que será uma fortíssima hipótese. Fernando Ferreira,  outro emigrante também do  Luxemburgo, também estará debaixo de olho da Endemol com a possibilidade de entrar no programa.
A produtora tem uma lista de 50 candidatos que serão reduzidos a 20 até meio do mês de Setembro, e desse grupo é que serão escolhidos os 16 concorrentes. Fonte próxima do processo contou à revista "É claro que já há uma ideia dos que podem entrar na Casa, mas ainda nada está definido" e avança "Os concorrentes serão todos portugueses e há possibilidades de haver emigrantes, tal como aconteceu na primeira edição".

Apesar de haver uma lista de pré-seleccionados, a Endemol continuará a chamar as pessoas até ao final desta semana. O casting que começou em Julho e só termina no final deste mês, já fez passar pelas mãos da produtora mais de 77 mil inscrições, e que fará os candidatos avançar por 3 fases:

  1. Perante dois elementos da produção e com uma câmara de filmar à frente, e sempre a olharem para a câmara, fazem um pequeno resumo da sua vida, que quanto mais "picante" melhor. Devem responder a questões iguais aos do questionário online.

  2. A segunda fase, a fase em que os concorrentes se encontram neste momento, consiste em testes psicotécnicos, testes de lógica e de cultura geral.

  3. Na terceira e última fase, que começará na próxima semana, os concorrentes irão fazer exames médicos e ser submetidos ainda a mais perguntas.

"Um bom reality show depende sempre de um bom casting e da escolha de bons concorrentes. Nesta edição, o objectivo é ter segredos ainda mais suculentos do que na primeira edição" explicou fonte da produtora à revista que avança que na próxima edição a aposta será no sexo e no envolvimento físico entre os concorrentes "Ainda não está nada decidido, mas três ou quatro segredos terão obrigatoriamente de estar relacionados com sexo"

0 Casa dos Segredos Dia 53 Nomeados: Juliette, Simon, Zelko e Ayem.

Diário da Casa dos Segredos Francesa - Dia 53

Os residentes da Casa da Imunidade tiveram a possibilidade de salvar um dos residentes da Casa dos Nomeados, a escolha recaiu sobre Geof, e portanto esta semana estão nomeados: Juliette, Simon, Zelko e Ayem.

Vídeo e Download do Resumo de 30 de Agosto:
Parte 1

Parte 2


Player alternativo do Dia 53 do Secret Story 5.


Download do Diário do Dia 53 do Secret Story Francês:
 Multiupload - Megaupload/Rapidshare/...  346 Mb
  • Marie está cada vez mais apaixonado por Geoffrey.

  • Zelko tem que fazer uma escolha, mandar alguém para a Casa dos imunizados, trocando-o por outro concorrente. Ele envia Morgane para a casa da imunidade e Ayem vai para a Casa dos Nomeados.

  • Ayem adverte Simon, que se ele tem uma namorada fora da Casa, o seu comportamento não está a ser correcto.

  • A competição entre as duas casas continua.

  • A Voz confia uma missão do Cupido a Morgane e Zelko, pelo valor de 10 000 Euros. Fazer Marie acreditar que Zelko está apaixonado por ela.

  • Os residentes da Casa da Imunidade podem salvar um dos residentes da Casa dos Nomeados. Aurélie, Sabrina, Morgane, Marie e Geoffrey vão ao confessionário para salvar Geof ou Juliette, eles salvam da nomeação Geof, e portanto, estão nomeados esta semana: Juliette, Simon, Zelko e Ayem. 

0 Teresa Guilherme "Sou, de facto, melhor do que a Júlia"

A apresentadora do Secret Story 2 Casa dos Segredos numa grande entrevista à revista TV Guia parte a loiça toda e não tem dificuldades em apontar falhas na 1ª edição do Secret Story da TVI e afirmar "Sou melhor que a Júlia". A produtora promete aproveitar melhor os Dias das Nomeações e vai apostar na sua independência para fazer todas as perguntas aos concorrentes. Teresa Guilherme afirma que vai ser a melhor amiga dos residentes até porque eles não podem confiar plenamente em mais ninguém.

Entrevista completa de Teresa Guilherme na revista Tv Guia desta semana:
O que pode prometer aos espectadores com Casa dos Segredos 2?
Posso prometer que se vão divertir e que vou fazer as perguntas que todos, no meu lugar, gostariam de fazer: as mais divertidas, as mais incómodas, as que vão mais além do que o politicamente correcto. Vou perguntar tudo o que me apetecer, como intermediária que sou entre o público e os concorrentes.

Está a dizer que Júlia Pinheiro foi uma má apresentadora?
Eu? Porquê?

Disse agora que ia fazer as perguntas mais divertidas, as que vão mais além do que o politicamente correcto.
[Pausa] Sim, é verdade. Muitas perguntas importantes que deviam ter sido feitas aos concorrentes pela Júlia, na primeira edição, não foram. Mas até compreende a razão… A Júlia era directora da TVI e tinha outras responsabilidades: representava a estação e, estou a falar de cor, isso devia condicioná-la. No Big Brother e noutros programas que apresentei, como não tinha um elo desse tipo com as estações, os concorrentes sabiam que eu era independente. Ou seja, estou mais liberta. Senti-me sempre assim e sinto-me assim: um habitante da casa, uma companheira deles.

Portanto, vai chorar, rir…
[Toca o telemóvel de Teresa. Ela não atende] Vou divertir-me, acima de tudo. Mas, sim, também me vou emocionar. Esta Casa tem tudo: segredos para defender, dinheiro para dar e surpresas. Nada do que parece é. Eu vou ser a melhor amiga dos concorrentes, durante três meses, porque eles não podem confiar plenamente em mais ninguém. Este programa tem regras que criam um verdadeiro motivo para desconfiar até da sombra, para obrigarem as pessoas a mentir. Outra coisa: na primeira edição, o jogo do dinheiro não foi bem explorado.

Como assim?
As missões que eram a parte onde eles ganhavam dinheiro, ou pediam, nunca se percebeu totalmente como é que funcionava. Vi agora o programa, de uma pronta a outra, quando me convidaram para apresentar a Casa dos Segredos, e sinceramente aquela questão do dinheiro é um dos factores mais importantes do jogo e não foi explorada.

O que promete melhorar mais no reality show?
Tudo. Imagine que tinha sido eu a apresentar a primeira edição… Hoje, estaria aqui com o mesmo discurso: há sempre possibilidade de limar arestas, ir mais além, poder ser melhor. Eu já vi as edições francesas, que apesar de terem sempre o mesmo apresentador, mudaram e estão cada vez melhores. Tem de haver uma evolução.

Não vai ser mais do mesmo?
Não. É claro que há uma base, as regras do jogo, mas vamos ter mais surpresas para os concorrentes e também para o público. A própria casa vai ser diferente, cheia de segredos. Olhe, os dias das nomeações são stressantes para os concorrentes, que estão muito fragilizados, e não aproveitaram isso. As terças-feiras eram uma coisa muito educada, muito sem graça. No entanto, o programa foi um sucesso [Volta a tocar o telemóvel de Teresa. Ela não atende].

Tem esperança de encontrar um Zé Maria e um Marco?
Eu encontro o Marco por aí [risos]. O elenco da primeira edição da Casa dos Segredos era muito bom. Os concorrentes é que tomaram conta do programa, porque eram mais velhos, tinham uma opinião muito marcada, mas este programa pede isso mesmo.

Está preparada para abraçar este desafio?
Acho que sim. Mas, sinceramente, ainda não parei muito para pensar nisso… [Toca novamente o telemóvel de Teresa. Ela não atende].

Aceitou logo o convite da TVI?
Acho que sim. Foi tudo pelo telefone.

Falou com quem?
Com elementos da direcção da TVI.

Quem, exactamente?
Com a Helena Forjas [directora de Gestão e Planeamento] e o Bruno Santos [director de Conteúdos e Formatos]. Disse-lhes que a Casa dos Segredos chegou com um ano de atraso. Desta vez, não estava à espera que me convidassem.

Ficou desiludida o ano passado quando soube que era Júlia Pinheiro?
Há um ano estava à espera do convite, e digo que fazia o maior sentido ser eu. Continua a ser a minha opinião.

A Teresa é melhor do que Júlia Pinheiro?
Não vou dizer isso… O que posso dizer é que, neste tipo de programas em que é imprescindível uma grande entrega e muito trabalho anterior de preparação, sou, de facto, melhor do que a Júlia, que joga mais no improviso.

Esse improviso prejudicou a primeira edição?
Embora o programa tenha sido um sucesso, teve algumas fragilidades inegáveis na apresentação. Mas isso são águas passadas [O telemóvel de Teresa toca novamente. Ela não atende].

O que a TVI lhe pediu para a Casa dos Segredos?
Até agora, nada. Ah, pediram-me para ir com calma. Conhecem-me há anos, sabem como eu trabalho. O que me podem pedir é: “Menos, Teresa, menos [risos].”

Aprova os nomes de Leonor Poeiras e Iva Domingues para a sua equipa?
Não vou trabalhar em equipa. As galas e os programas de nomeações vão ser só apresentadas por mim. Os diários, não sei quem os vai apresentar.

Quantas pessoas é que já lhe deram os parabéns e que a tinham abandonado?
Oh, meu Deus, tanta gente que descobriu que, afinal, eu ainda existia!

Isso entristece-a?
Não, dá-me vontade de rir. Porque, a par dessas pessoas que já não se lembravam que eu existia, há as outras, que nunca me abandonaram. Os amigos verdadeiros.

Houve assim tanta gente que lhe deixou de falar nestes dois anos e meio?
Não deixaram de me falar. Passaram a não me ligar e a não me atender o telefone.

Como interpreta isso?
As pessoas são assim, não são só comigo. Sabe, cria-se uma aura de poder à volta dos profissionais de televisão e, quando supostamente perdem esse teórico poder, as pessoas deixam de andar à nossa volta. Na verdade, houve uma purga na minha vida, o que é bom. Neste momento, sei quem são os meus amigos.

São muitos?
Por acaso, são. E apoiantes, na rua e no Facebook, nem se fala! Não posso queixar-me da falta de atenção por parte do público.

Das centenas de telefonemas que recebeu, qual foi a mensagem de parabéns que mais a emocionou?
[Pausa] Provavelmente a da minha mãe. Disse-me que se fez justiça. Mas é minha mãe a falar, não é?

José Eduardo Moniz disse-lhe alguma coisa?
Não. Já não falamos há muito.

O dinheiro foi importante para aceitar o convite?
Não. Durante toda a minha vida, o dinheiro nunca foi o mais importante para mim.

O seu contrato com a TVI é por objectivos?
Não, nada. Faça as audiências que fizer, ganho o mesmo. Mas sempre foi assim, mesmo no tempo do Zé Eduardo [Moniz]. Olhe, curiosamente, vou ganhar o mesmo de há 10 anos.

E quanto é que vai ganhar?
Isso não posso revelar [sorrisos].

Quantas horas já está a trabalhar por dia?
Não sei precisar. Mas muitas. Estou concentrada, a escrever, baseada no grupo anterior. Ponho-me a perguntar: “Se fosse eu, o que lhes perguntaria?”.

Gostou de alguém em particular da edição anterior?
A Daniela era muito bonita, a Ana Isabel era uma grande concorrente, com pêlo na venta, o António era engraçado. O grupo, em si, era surpreendente.

Gostava de enfrentar Júlia Pinheiro aos domingos, em Peso Pesado?
[Gargalhada] Os programas não são os apresentadores. Eu gosto imenso da Bárbara [Guimarães], já trabalhámos muitas vezes juntas… Ela vai trazer uma frescura enorme ao programa. Uma frescura enorme ao programa. Uma mulher tão linda vai ser uma motivação para os gordinhos fazerem uma dieta para ficarem mais bonitos também. Mas preocupa-me mais o programa da Catarina, na RTP1, que é um formato brilhante [A Voz de Portugal também irá para os domingos à noite].

Não é mais difícil ter do outro lado Júlia Pinheiro?
Não. Era mais fácil, sem dúvida. Porque não seria novidade nenhuma com a Júlia!

Não temeu, nesta travessia do deserto, que nunca mais se lembrassem de si?
O nunca e o sempre não existem na televisão. Isso é muito tempo. Tudo pode voltar a acontecer, ainda para mais nesta época que estamos todos a viver. Eu sou produtora e ... apresentadora nas horas vagas. E a prova disso é que estou a abrir uma empresa em São Paulo. Se aquela economia está palpitante, vamos lá palpitar com eles [O telemóvel de Teresa toca outra vez. Ela decide finalmente atender: era José Castelo Branco a dar-lhe os parabéns].

Termino com uma provocação. Ainda sabe apresentar um programa de televisão?
[Gargalhada] Essa pergunta é muito engraçada. Com tanta gente que anda na televisão a apresentar programas que não sabe apresentar, numa televisão que é hoje pior do que ontem, os dois anos e meio de ausência não me deixam preocupada.

Arquivo Blogue Azul

Arquivo Blog Azul da Casa dos Segredos

Clique nas setas (em vez das datas) para abrir listagem de mensagens por meses e dias